Bem vindos viajantes da aeronave boing 747 com destino a tosquice e/ou felicidade.

Começa o BBB 12 e a coisa já está linda. Depois de uma pequena apresentação, descobrimos que mais quatro pessoas iriam entrar na casa, e todas elas eram minorias que não poderiam faltar. O cara negro que não terá impacto nenhum no programa; a gordinha que vai comer bastante e nós vamos ser lembrados disso a toda hora; O caipira que vai longe pois ninguém lembra que existe; e uma quarta pessoa que não me lembro agora.

Depois que os quatro entraram, Bial começou uma incrível apresentação de cada um deles com um texto mais bizarro que o outro. Acompanhando os textos, DESENHOS eram colocados por cima de cada personagem. Não fazia sentido, mas era excelente. Além disso, eles tinham que DANÇAR em um estilo que os representasse. Lindo.

Logo após fomos para a prova. Não entendi (como sempre) a parte da sacola, mas foi minha culpa pois não prestei atenção e todos entraram num carro. Prova de resistência. E a prova foi muito mal programada, demonstrando que ninguém no porta-malas conseguirá sair mesmo se quiser e já fizeram duas pessoas diferentes saírem no MEIO da prova pra fechá-lo e abri-lo.

Claro que um homem vai ganhar, mas João não é esse cara. O participante mais velho – e ídolo – pediu pra sair em DOIS minutos de prova. Depois uma mulher saiu (não vou decorar os nomes em menos de um mês) e seu vestido subiu até a cintura. Foi legal.

Já escolhi meus preferidos. Renata, por ter a melhor e mais reveladora atitude ao largar o noivo pra entrar no programa e João, por ser tão errado que chega a ser o mais certo.

Começamos muito bem.

Anúncios